Facilite sua vida: compre sem sair de casa!

O comércio online criou uma revolução do hábito de consumir em quase todos os produtos e serviços.

Hoje em dia, podemos comprar de um livro a um automóvel em 3 ou 4 cliques e não há exagero nesta afirmação. Os sites estão se tornando cada vez mais intuitivos – fáceis de entender e navegar pelos passos até a venda – e com isso vão eliminando todas as barreiras que a compra digital enfrenta.

Claro que ainda vamos às lojas físicas, experimentar uma roupa, olhar de perto um eletrônico ou até mesmo fazer uma compra emergencial ou de mercado – e este é um setor onde as opções online estão surgindo rapidamente e conquistando clientes.

Mas o e-commerce (comércio eletrônico) é uma realidade que vai abraçando todos os aspectos possíveis da vida moderna.

Se você ainda não conheceu esta revolução eterna, facilite sua vida: compre sem sair de casa!

O comércio eletrônico cresce e os consumidores ganham!

O primeiro semestre de 2018 registrou uma venda bruta total de R$ 23,6 bilhões no comércio eletrônico brasileiro, uma alta de 12,1% quando comparamos ao mesmo período de 2017. E deve fechar com uma alta de 12% no ano.

É um resultado expressivo, se considerarmos que o país ainda atravessa um período ainda recessivo na economia. Os setores de Moda e Perfumaria foram os que tiveram os melhores resultados, e a venda de TV também foi expressiva por causa da Copa do Mundo.

Sim, foi uma venda fora da curva. Mas por que ela não se registrou no comércio presencial? Esta é a questão. Mais pessoas compraram e online.

Motivos não faltam para este movimento, que sempre se traduz em mais conforto e menor custo.

Comprar pela internet é mais barato!

Sim, e o motivo é muito simples: custos menores.

Mesmo que a empresa já exista fisicamente há muito tempo e resolva investir em uma loja virtual, esta opção não terá os mesmos custos de implantação e operação que as lojas físicas.

O que acontece na prática é o uso da estrutura física para trabalhar na logística das vendas online, o que permite que os produtos vendidos pelo site sejam mais baratos, já que é uma venda incremental usando uma estrutura que já existe.

Vender mais barato, neste caso, é o diferencial para atrair pessoas que não querem ir até uma loja ou adiam a compra por falta de tempo. E aqui entra outro fator importante: a concorrência.

Cada dia mais empresas investem no e-commerce, forçando as empresas a rever mais os custos e melhorar os preços.

Os comércios online estão cada dia mais dinâmicos e práticos!

Se tem um setor que cresce em investimento na qualidade é o e-commerce.

  • Novas formas de criar sites mais atraentes, com a navegação mais simples;
  • Interação maior do site com os consumidores através de chat e e-mails;
  • Novas formas de pagamento online;
  • Investimento contínuo em segurança;
  • Mais tipos de produtos sendo vendidos na internet.

Outra grande melhoria são os sites responsivos – aqueles que funcionam com a mesma qualidade em smartphones, que são um meio de acesso à internet cada dia mais usado.

Tire o melhor proveito da sua compra online!

Algumas dicas são simples mas fazem a diferença nas suas compras online:

  • Estude todas as característica do produto, principalmente no caso de roupas e calçados;
  • Para roupas e calçados, tenha à mão as suas medidas para facilitar. Se for um site internacional, é preciso ter a tabela de conversão de medidas;
  • Pesquise com cuidado as opções de frete e pagamento;
  • Leia com atenção as políticas de troca e devolução da loja online.

 

Se você quer conhecer produtos do mundo todo, sem enfrentas filas e trânsito, recomendo conferir o outlet São Bernardo.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *